Páginas

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Desabafo de um quebrado...

Boa noite, três fiéis leitores,

Venho aqui desabafar...

"Muita gente não tem trabalho", vocês dirão!

"Quanta gente daria tudo pra estar no teu lugar!"

O Brasil é uma merda de país, essa é a mais pura verdade.
Estou assistindo Arquivo X, atualmente e tudo o que vejo naquele programa acaba me lembrando do Brasil.

Corrupção. Conspirações por de baixo dos panos. Ninguém liga pra população, estão lá só para gerarem renda per capta.

Meu caso:

Osso fraturado. É impossível trabalhar com um osso do pé fraturado quando se precisa trabalhar de sapatos, dirigir, caminhar o dia todo.

Ok, atestado...

...mas não é bem assim.

Primeiro tu tens que ir a um hospital para que analisem teu problema e eles analisam com uma vontade...
Hospital público, dezenas de atendimentos por dia, sei que é foda. Não ofendo os médicos, mas àqueles que lhes dão tão precária estrutura de trabalho...

Segundo que o cara olha teu raio X, de péssima qualidade epensa que é uma trincada leve, coisa de tomar remédio, nem precisa imobilizar "mas não, senhor, não lhe daremos atestado, pois o hospital não dá mais atestado..."

COMO ASSIM??? NÃO DÃO ATESTADO???

"Existem aqueles que pedem atestado sem terem problemas, apenas para faltarem ao serviço."

VOCÊS SÃO MÉDICOS, PORRA, NÃO SABEM VER SE O CARA TÁ MESMO DOENTE??? VOCÊS TÊM QUE DAR ATESTADO, INÚTEIS!!!

Digo...digo...é uma coisa tão óbvia. Eu não posso trabalhar, preciso de atestado, vocês são médicos, têm que dar atestados a quem não pode trabalhar confirmado que aquela pessoa não pode trabalhar.

"Mas um dedo não impede ninguém..."

Impede...impede sim...até porque é proibido trabalhar machucado.
Lei.

Mas pra que serve a lei no Brasil, né?

Terceira parte: Ok, vou no posto amanhã, eu deveria estar de repouso, mas vou no posto. Porém, ah porém, ela não vê fratura no dedo! A médica não enxerga fratura e eu tive de tirar, no dia seguinte, um raio X!

Quarta parte: Depois de 26 reais, um raio X bom que até eu vi a fratura e o terceiro dia sem repouso E COM O DEDO QUEBRADO, eu levei o raio X e o laudo pra médica que me atendeu super bem, atendeu-me super bem logo no primeiro dia, se não via fratura não deveria dar atestado mesmo.

"Mas eu acho que esse osso tá muito separado, é melhor ires num ortopedista para que ele examine se não é necessário por um gesso nesse pé..."

Aff...

Quantos dias um cara precisa ter para se recuperar?

Uma semana para resolver todos os problemas de papelada para o trabalho e para os doutores que pedem e mais umas duas pra curar o problema original e os que forem causados depois. E o que eles fazem?

"Vou te dar uma semana de atestado que é o normal..."

EU TO HÁ UMA SEMANA TENTANDO PEGAR ESSE ATESTADO, IDIOTA!!!

Aff...desculpas...milhares delas...

Enfim...por que que eu fui no hospital público?

O raio X não serviu pra porra nenhuma, 26 reais que tive de pagar num decente, o ortopedista não pode fazer nada com aquela merda e nem sei se faria com um bom, mais 55 numa consulta de ortopedia numa clínica particular.

Pois na próxima eu vou pagar consultas particulares desde a primeira visita!!!

Agora eu pergunto: Posso parar de pagar os impostos que geram verbas para a saúde? Porque eu vou parar de usar a saúde pública, ao menos vou evitar ao máximo!!! Posso parar de pagar por isso então?

Não, não posso.

E outra coisinha seus idiotas. Pensem um pouco sobre toda essa coisa de atestados, perícia e o cacete a quatro que for...porque se eu já passei uma semana quebrado e tendo que sair todos os dias para resolver problemas de saúde...imagine quando eu tiver de resolver os problemas com os dias fora do emprego. Como que um pobre coitado vai resolver esses problemas estando quebrado.

A primeira coisa a fazer hoje é pedir atestado e avisar quanto tempo terá de ficar fora...

...desculpas pelo palavreado baixo deste post, mas...avisar o CARALHO!!!

Por as coisas em ordem com o emprego não deveria ser preocupante, o trabalhador deveria sentir-se seguro para resolver seu problema e depois solicitar uma espécie de atestado geral pelos dias que esteve fora resolvendo seus problemas de saúde.

"Tudo isso por um dedinho?"

UM DEDINHO O CA...É...UM DEDINHO. EU NÃO VOU PODER TIRAR ESSE AQUI PRA POR OUTRO NO LUGAR, ENTÃO É ESSE QUE EU VOU LEVAR PRA VIDA TODA!!! NÃO QUERO TER OITENTA ANOS E LEMBRAR DESSE DEDO FILHO DE UMA P*** PORQUE NÃO CONSERTEI DIREITO!!!

TENHA UMA PÉSSIMA VIAGEM. POLÍTICO FILHO DA MÃE E QUE O TEU VÔO NÃO SEJA O MESMO MEU!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário