Páginas

terça-feira, 8 de março de 2011

Terça Feira Blues - Cristian Menna

 Onde é essa cidade onde tudo fica de cabeça pra baixo?
 Eu acho que eu vim de lá,
 Onde é que está esse lugar sem razões ou coerência?
 Eu acho que quero voltar,

 Onde é que se esconde aquela sensação de bem estar?
 Que todo mundo está a procurar?
 Onde é que está escondida aquela inocente sensação de alívio?
 Que alívio que ela nos dá,

 Qual é a verdade? Qual é a saída?
 Pra morte ou pra uma despedida?

 Qual é a verdade escondida na parede que a gente finge que não vê?
 Qual é a resposta?

 Chega sempre um ponto na vida em que um ponto de partida,
 Começa a materializar,
 E é a partir desse ponto que a gente passa a perceber,
 Que estória é só o que vai restar,

 Mas a gente insiste em acreditar que existe uma importância,
 No jeito dessa estória,
 E é quando a gente pensa que a vida tem mesmo é de ser vivida,
 Não importa se vai acabar,

 Qual é a verdade? Qual é a saída?
 Pra morte ou pra uma despedida?

 Qual é a verdade escondida na parede que a gente finge que não vê?

 Qual é a resposta? Qual é a saída?
 Pra vida que não é vivida?

 A necessidade de criar uma certeza, uma resposta para se prender,

 Quem não quer viver?

Nenhum comentário:

Postar um comentário