Páginas

sábado, 21 de abril de 2012

Thinking about change the world (Pensando sobre mudar o mundo) Parte 2

 Primeiro post da série

 Parte 2:

 Trata-se de sermos (nós), a mudança.

 Nem seja (você), nem ser (eu) e sim, eu, tu, eles...nós todos sermos!

 Bem, nós ainda somos seres individuais, eu sou uma das possíveis manifestações da natureza, do Universo (pode chamar de deus, se quiser).

 O primeiro passo para sermos é...ser!

 Não, desculpe, esse é só o terceiro passo...

 Vejamos um por um. Organizei em sete aqui. Lembre-se que se trata de um processo de mudança a nível de espécie, de forma sustentável, não há por aqui um objetivo específico, como implantar uma EBR, por exemplo.

 Querer: Mudar é deixar de ser quem somos, é sair da própria comodidade, é mover-se...e mover-se é viver! É existir!!! Se o Universo parasse de se mexer agora, o resultado seria próximo da inexistência total!

 Mudar é fácil, fazemos isso todo o tempo sem perceber. Difícil é fazer de forma consciente, é preciso querer muito!

 Entender: Sabemos qe queremos deixar de ser estúpido, por exemplo. Queremos mudar. O que é "deixar
de ser estúpido"? Como é isso? Como se faz? O que serei depois de deixar de ser estúpido?

 Entender é planejar a mudança, isso serve, por exemplo, para não dispararmos potenciais criativos para tudo quanto é lado e "destruir a coisa errada".

 Comece, por exemplo, pelas palavras. Elas representam a realidade. Se alimentarmos nossa mente com palavras positivas, elas trarão uma realidade positiva para mais perto.

 Seja: Você quer mesmo mudar e porque e como chegará lá! Vá!

 É hora de exercermos o plano! Parece a parte mais complicada, mas é a mais simples. Suas antecessoras são as mais complicadas.

 Vale uma dica? Deixe de ser o que não quer ser. Isso pode facilitar as coisas. Deixe de ser estúpido e, então, saberá o que ser depois, gentil.

 Transparecer: Você está sendo algo que quer que o mundo seja.

 Mostre isso!

 Mas não pare por aí. Mostre, argumente, explique como, porque.

 As pessoas devem entender, não aceitar ou concordar, se o que se busca é uma mudança em massa sustentável.

 Identifique: Algumas pessoas podem estar buscando o que você encontrou. Ao executar a etapa "Transpareça", essas pessoas brilharão na sua frente, ainda que de forma discreta. Identificá-las é importante, pois elas estão dispostas a estudar essa ação com você.

 Sejam: Quando se trilha todo o caminho (etapas 1, 2 e 3), com outrem, a mudança cresce, vira algo mais completo, mais próximo da perfeição do Universo.

 Você aprende, ensina e a transformação se multiplica!

 E, enfim, Sejamos: Todos entendemos que somos uma única família em um mesmo planeta e que Cooperar em Pró de Todos, para citar a mudança escolhida pelo Movimento Zeitgeist, ou seja, o Sejamos acontece quando os vários grupos formados na etapa Sejam abrangerem toda a espécie e a mudança se concretiza a nível mundial.

 Sejamos faz referência à todos e só será sustentável, se todos passarem pelas seis etapas anteriores, caso contrário, foram manipulados e não influenciados e o processo se tornou ineficiente.

 Nos próximos posts desta série, entrarei em detalhes sobre cada uma das etapas, da forma como eu às entendo, esperando pelas observações de vocês leitores!

Nenhum comentário:

Postar um comentário